Liga da Justiça: Torre de Babel (Resenha)

0
» Assine nosso canal do Youtube e aprenda mais sobre cinema. 🎬 «

Poucos foram os vilões que derrotaram a Liga da Justiça (que sejam dados os devidos méritos para Deathstroke – o Exterminador), mas quantos heróis já conseguiram o feito?

Torre de Babel, publicada nos Estados Unidos no início dos anos 2000 (logo depois da fase Grant Morrison na Liga da Justiça), foi escrita por Mark Waid, conhecido pelo clássico Reino do Amanhã. Mark também foi vencedor do prêmio Eisner de melhor escritor com a revista do Demolidor e produziu muitas outras histórias. Em seu trabalho na HQ Torre de Babel, o escritor contou com os desenhos de Howard Porter, ilustrador de The Ray que trabalhou em Liga da Justiça ao lado de Grant Morrison.

A HQ começa com dois pontos chaves: em primeiro lugar, os caixões dos pais de Bruce Wayne são sequestrados, levando o Batman a uma profunda (e pessoal) investigação. Logo em seguida, como segundo ponto crucial da história, os membros da Liga começam a ser atacados. Contudo, esse não é um ataque qualquer: todos são afetados em seus pontos fracos, para que os poderes sejam neutralizados.

Como assim?

Primeiro vemos o Caçador de Marte entrar em combustão por estar em contato com o ar. O Homem-Borracha acaba sendo congelado e, depois, desfragmentado.

Mas qual será o vilão responsável pelos ataques? Em certo ponto da história, o próprio Batman revela que todos os ataques à Liga da Justiça foram criados por ele.

O título, Torre de Babel, faz referência à passagem bíblica de mesmo nome e caracteriza a grande trama central da história.

A HQ foi publicada recentemente, na quarta edição da coleção de Graphic Novels DC da editora EAGLEMOSS e está disponível na loja virtual da Eaglemoss Collections. Ela também pode ser encontrada em lojas especializadas, embora seja mais difícil conseguir a HQ dessa maneira.

Além das páginas impressas, Torre de Babel também foi adaptada duas vezes para as telas, em animações:

Liga da Justiça: Escrito nas estrelas, desenho animado.

O episódio é dividido em três partes que fecham a segunda temporada da série animada. Na história, descobrimos que a Mulher Gavião faz parte do exército de Thanagar e foi enviada para examinar as defesas da Terra. Os thanagarianos capturam todos os membros da Liga, neutralizando seus poderes (inspirados nos acontecimentos da HQ).

Liga da Justiça: A Legião do Mal, filme animado para a TV.

Esta animação, por sua vez, é um pouco mais fiel à história de Mark Waid. Nela, vemos que o Mestre dos Espelhos consegue invadir a batcaverna e roubar informações secretas sobre cada um dos integrantes da Liga da Justiça. No filme, Vandal Savage (um dos maiores vilões de comic books de todos os tempos) lidera um grupo de vilões que decide executar o plano de contingência contra os heróis, com base nas informações roubadas.

O quarto episódio sobre a História do Cinema já está disponível.

Se inscreva no canal, clique aqui.




7.3 Bacana.

Poucas foram as vezes que a Liga da Justiça foi derrotada - dessa vez, o próprio Batman ajudou a tornar isso possível. Escrita por Mark Waid e com os desenhos de Howard Porter, Torre de Babel conta como o Cavaleiro das Trevas conseguiu derrotar os heróis da DC, em uma narrativa legal e bem escrita, mas que não traz elementos tão extraordinários.

  • Arte 7
  • Enredo 8
  • Feeling 7
  • Personagens 7
Compartilhe.

Sobre o Autor

Vitor Manzochi

Entrou na vida de leitura há pouco tempo, mas hoje sua dieta cultural é baseada em quadrinhos, tirinhas, livros, séries, filmes e games. Nas horas vagas, tenta ser um cozinheiro.