Megaman X – 1993 (Review)

0

Overall

Megaman foi desenvolvido pela CAPCOM e lançado para o SNES em 1993 no Japão e em 1994 na América do Norte e Europa. O game é um spin-off da série original Mega Man, lançada para o NES – console antecessor ao Super Nintendo.

Megaman X é um jogo que teve uma ótima aceitação pelo público e que se estendeu por gerações até o seu oitavo título para o PS2. No SNES, foram lançados os três primeiros games da série: X, X2 e X3, tornando-a um clássico do console.

Storyline

O plot de Megaman X é muito interessante, cheio de curiosidades e “coinscidências”. É, também, uma prova de que jogos de plataforma podem ter uma ótima história, não se perdendo na linearidade. Basicamente, tudo acontece 100 anos depois dos acontecimentos do Megaman original: o arqueologista Dr. Cain encontra nos escombros de uma antiga fábrica de robótica um protótipo altamente avançado, capaz de sentir emoções e tomar decisões baseadas em questões éticas e morais – como os seres humanos. Este robô chama-se “X” e é uma criação original do Dr. Light, que operava a fábrica de robótica enquanto era vivo.

Por “X” ser um robô evoluido, de valores éticos e morais bem definidos, Dr. Cain decide clona-lo com o intuito de ajudar a humanidade. Surgem os primeiros “Reploids”com livre arbítrio, capazes de tomar decisões próprias. No entanto, a possibilidade de escolher seu próprio caminho fez com que alguns Reploids se rebelassem e casos de atrito entre seres humanos e robôs começaram a ser percebidos.

O aumento da diferença entre robôs e humanos fez com que todos os reploids desordeiros fossem chamados de Mavericks e uma organização policial de elite foi criada para combatê-los: eram os Maverick Hunters. E, mais uma vez, Dr. Cain tenta ajudar a humanidade criando um protótipo ULTRA avançado para liderar os Maverick Hunters: o temido Sigma. No entanto, durante as missões contra os reploids renegados, Sigma acaba contraindo um VÍRUS e torna-se o principal vilão da série X, levando consigo os principais Hunters que antes lutavam pela paz e bem estar da humanidade.

Agora vocês já imaginam, né? Cabe ao “X” derrotar todos os Mavericks para enfim lutar contra Sigma e salvar a humanidade. Felizmente, ele não fará isto sozinho. Zero, o último e único Hunter restante está disposto a lutar ao lado de “X”, tornando-se um dos personagens mais aclamados de toda a série.

Se a jornada será fácil ou difícil, só você pode afirmar.

megax
Gameplay

Megaman X é um jogo no estilo PLATAFORMA em 2D aonde o jogador deve pular, correr, escalar e atirar para avançar nas fases. É “de um”, ou seja, só um player pode jogar por vez.

A jogabilidade do game é ótima. Os controles respodem de imediato fazendo com que “X” se movimente rapidamente pela tela, tornando possível várias formas de destruir inimigos e desviar de ataques. O seu progresso pode ser salvo através de passwords que aparecem após a conclusão de cada fase.

Na série “X”, o protagonista pode usar o “dash” desde o começo do jogo, sem precisar de equipamentos para isto, o que é um baita upgrade em relação ao seu antecessor para o NES, pois é uma habilidade extremamente útil.

Um outro grande diferencial deste spin-off é que, durante o avanço no jogo, é possível encontrar cápsulas de armaduras que aprimoram alguma parte do corpo de “X”: pernas, cabeça, braços e peitoral. Cada upgrade acrescenta uma nova habilidade ao protagonista como um boos na defesa, um novo tipo de “dash” ou um ataque mais poderoso. O design das novas armaduras é MUITO legal, confiram:

Ainda é possível coletar “sub-tanks”, as famosas “mochilinhas”, para recupurar seu life em situações críticas; controlar mechas; coletar “heart-tanks” para aumentar a capacidade do HP; utilizar as habilidades dos chefes vencidos e até aprender a soltar um “hadouken” à Ryu – uma referência ao game Street Fighter, também da CAPCOM.

Megaman X é um game difícil, vai. Você tem que combinar reflexos rápidos e acertar o timing dos pulos para alcançar lugares secretos, matar inimigos ou não cair de cara nos espinhos. Os estágios e os bosses têm dificuldade variada, mas aí vai um conselho de ouro, que muitos de vocês cansaram de seguir: comece sempre pelo Chill Penguin para pegar o upgrade das botas, que facilitará a sua vida durante o jogo e o ajudará a conseguir as outras partes da armadura do X.

Original Soundtrack

A trilha sonora começou a ser produzida por Setsuo Yamamoto e, posteriormente, foram acionadas mais quatros pessoas para ajudarem na conclusão do projeto: Yuki Iwai, Toshihiko Horiyama, Yuko Takehara e Makoto Tomozawa. Juntos, faziam parte do “Alpha Lyla”, um grupo de músicos montado pela CAPCOM para trabalharem com as OSTs de seus jogos.

Cada mapa/boss tem seu próprio tema e todos são bem envolventes. Sempre que jogo Megaman, fico acompanhando as músicas mentalmente enquanto pulo para lá e para cá.
Eu nunca fui de comprar CD’s com as OSTs dos games, mas agora que toquei no assunto, estou pensando seriamente em baixar as músicas de Megaman X da CAPCOM Store.

Enfim, a trilha sonora é animal e extremamente nostálgica. Na época em que o jogo foi lançado, fez um sucesso absurdo. Tanto que você pode testar qualquer fã do SNES colocando-o para ouvir alguma música de Megaman X: talvez ele não acerte o nome, mas com certeza vai cantar junto.

Gráficos e design

Os gráficos do game são bem legais, com ênfase nos efeitos especiais. Você pode perceber que eles foram bem trabalhados quando vê um boss explodindo ou o X atirando seu plasma beam carregado. Na verdade, a série X tem um ponto bem positivo: os gráficos e efeitos especiais foram aprimorados à medida em que os jogos foram lançados, então o X2 e o X3 acabaram saindo bem mais bonitos.

De qualquer forma, para um jogo de SNES, Megaman X não deixa nem um pouco a desejar.

Conclusão

Eu tinha uns 9 ou 10 anos quando ganhei este jogo. Eu e meu irmão estávamos chegando da escola e encontramos nosso Super Nintendo ligado com a intro de Megaman X passando na TV. Gritamos, pulamos e corremos pela casa até, enfim, pararmos para jogar. É um game bem feito com uma história muito envolvente. Sei que muitos conhecem a série X, mas nem todos jogaram do início ao fim, então, se você tiver um fim de semana livre, não hesite: ao invés de assistir Senhor dos Anéis novamente, aproveite para jogar Megaman. Quem ganha é você.

Mas agora é sua vez de falar: conte-nos como e quando você jogou Megaman X e quais foram as suas experiências. Qual o seu personagem favorito? E o quão nostálgico você é? Comente aí embaixo, porque queremos saber. =)

Via | Snes Fans

Siga a gente nas redes sociais: Twitter | Instagram | Facebook

Compartilhe.

Sobre o Autor

Amauri Salvador

Diretamente de Rondônia para o mundo. Fugiu das exatas para a comunicação e já gastou muito tempo em MMO’s pela vida. Felizmente, é um modesto apreciador de música, literatura, cinema e de gente boa. Acredita no clichê de que a existência é um constante aprendizado.