10 filmes de Luis Buñuel que você precisa assistir

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Luis Buñuel, o mestre do surrealismo no cinema

Luis Buñuel é considerado por muitos como o pai do surrealismo no cinema, mesmo que alguns artistas já tivessem testado o formato como René Clair e Francis Picabia com “Entr’acte” (1924), por exemplo, fato esse que é comprovado com o filme “Um Cão Andaluz” (1929), a maior bíblia do movimento dentro da sétima arte.

Aos que se interessam o mínimo pela sétima arte e suas vertentes, não podem deixar de visitar e estudar os movimentos cinematográficos mais importantes como o Expressionismo Alemão, o Neorrealismo Italiano, a Nouvelle Vague, muitos outros e, claro, o Surrealismo – muitas vezes esquecido.

O Surrealismo – principalmente no cinema – nem sempre nos encanta de primeira, mas uma coisa é certa: nunca esquecemos aqueles filmes. A provocação é base primordial desse movimento, e isso nunca é sinônimo de colírio para nossos olhos, aliás, quem é que gosta de ver um olho sendo cortado por uma navalha?

Pensando nisso e para se aprofundar na filmografia do mestre Buñuel, separamos 10 filmes essenciais do diretor.

Um Cão Andaluz (1929)

luis buñuel Um Cão AndaluzCom roteiro co-escrito por Salvador Dalí, Luis Buñuel estreou como diretor neste curta-metragem, o marco inicial do surrealismo no cinema. Com clara influência da psicanálise, Buñuel e Dalí exploram o inconsciente humano, numa seqüência de cenas oníricas, incluindo o célebre momento em que um homem, interpretado pelo próprio diretor, corta, com uma navalha, o olho de uma mulher.

Leia nossa resenha de Um Cão Andaluz

A Idade do Ouro (1930)

luis buñuel A Idade do OuroPrimeiro longa-metragem do diretor Luis Buñuel, essa obra surrealista tenta passar o desconforto e o espanto com imagens cruas de morte, espancamento, fetichismo e, no final, um epílogo com um conto do Marquês de Sade.

Os Esquecidos (1950)

luis buñuel Os EsquecidosDurante os anos 50 na Cidade do México, o adolescente El Jaibo (Roberto Cobo) foge do reformatório e volta a viver na rua uma vida de miséria. Ao lado de outros garotos, passa a cometer pequenos assaltos até que um dia se envolve em um assassinato.

Viridiana (1961)

luis buñuel ViridianaPouco antes de ser ordenada freira, Viridiana faz uma visita a um solitário tio seu, que está à beira da morte. O homem, pervertido e obcecado por sua beleza, tenta seduzí-la de todas as formas, antes de morrer, repentinamente. Com a morte dele, acaba desistindo de ser freira, passando a morar na casa deixada pelo tio. Decide transformá-la em um albergue, movida pelo seu sentimento cristão de piedade e solidariedade, mas os mendigos que lá abriga acabam lhe mostrando as verdadeiras facetas dos seres humanos.

O Anjo Exterminador (1962)

luis buñuel O Anjo ExterminadorDepois de uma festa, os convidados simplesmente não conseguem deixar o local, sem que haja uma explicação racional para isso. Conforme o tempo passa, as máscaras dos antes bem relacionados começam a cair e revelar suas verdadeiras e mais profundas facetas.

Simão do Deserto (1965)

luis buñuel Simão do DesertoSimão é um religioso que quer se aproximar de Deus, então sobe em uma coluna. O demônio o seduz o tempo todo, tentando convencer Simão a descer, mas Simão o reconhece o tempo todo. Filme disponível no Box especial da Versátil, clique aqui para comprar.

A Bela da Tarde (1967)

luis buñuel A Bela da TardeSéverine é uma jovem e bela mulher casada com um médico. Ela ama o marido, mas não consegue se satisfazer sexualmente com ele. Então entrega-se aos seus desejos e acaba por se tornar uma prostituta, mantendo uma vida dupla. Filme vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza.

O Discreto Charme da Burguesia (1972)

luis buñuel O Discreto Charme da BurguesiaEm mais uma de suas travessuras surrealistas extremamante críticas, o espanhol Luis Buñuel conta a história de seis burgueses que se reúnem para um jantar, mas que, devido a estranhos acontecimentos, são impedidos.

O Fantasma da Liberdade (1974)

luis buñuel O Fantasma da LiberdadeO diretor Luis Buñuel reúne uma série de situações surreais que criticam os padrões da sociedade: o homem que mostra fotos ‘pornográficas’ para duas crianças, o atirador que mata as pessoas do topo de um prédio, a falta de educação à mesa, os monges e sua sexualidade, e por aí vai. Filme disponível no Box especial da Versátil, clique aqui para comprar.

Esse Obscuro Objeto do Desejo (1977)

luis buñuel Esse Obscuro Objeto do DesejoApós entrar em um trem, homem joga um balde d’água em uma bela moça que estava parada na plataforma. Surpresos, os outros passageiros desejam saber o que o levou a agir de tal maneira. É quando ele, Mathieu (Fernando Rey), começa a relatar a todos, desde o início, sua obsessão por Conchita (Carole Bouquet e Angela Molina – sim, a personagem é interpretada por duas mulheres diferentes), uma virgem de 18 anos que começara a manipular seu desejo carnal em um verdadeiro jogo de gato e rato. Essa obra-prima viria a ser o último filme da carreira do gênio espanhol Luis Buñuel.

O Cinema de Luis Buñuel – Versátil Home Vídeo

Não deixe de conferir o box especial e exclusivo da Versátil Home Vídeo, empresa parceira do Canto dos Clássicos. O box conta com 6 filmes do diretor para quem quiser se aprofundar na arte surrealista de Luis Buñuel. Os 6 filmes da coleção são:

– Tristana, uma Paixão Mórbida (Tristana, 1970, 109 min.)
– A Via Láctea ou o Estranho Caminho de São Tiago (La Voie Lactée, 1969, 101 min.)
– O Fantasma da Liberdade (Le Fantôme de la Liberté, 1974, 103 min.)
– A Morte Neste Jardim (La Mort en ce Jardin, 1956, 104 min.)
– O Diário de uma Camareira (Le Journal d’une Femme de Chambre, 1964, 97 min.)
– Simão do Deserto (Simón del Desierto, 1965, 45 min.)

Luis Buñuel Versatil DVD

E aí, se interessou por Jean-Luc Godard? Comenta aqui embaixo.

Veja também:

– 10 filmes de Carl Theodor Dreyer que você precisa assistir
– 10 filmes de Jean-Luc Godard que você precisa assistir
– 10 filmes de Alfred Hitchcock que você precisa assistir
– 10 filmes de David Lynch que você precisa assistir
– 10 filmes de Stanley Kubrick que você precisa assistir
– 10 filmes de Ingmar Bergman que você precisa assistir
– 10 filmes de Akira Kurosawa que você precisa assistir

Curta a nossa página do Facebook.
Siga nosso Instagram.
Se Inscreva no nosso canal do Youtube.

Espalhe Cultura:

About Author

Lucas Pilatti Miranda

Fundador e editor-chefe do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. Frase preferida do cinema: "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

Deixe um comentário