Curiosidades sobre O Iluminado

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Todo mundo já ouviu falar que o perfeccionismo de Stanley Kubrick se demonstra na maioria de seus filmes. No entanto, poucos estão cientes das mensagens escondidas nessas obras. Como nem todo mundo é fã do diretor, quase não há procura por tais curiosidades, tornando-as misteriosas.

O filme mais famoso por esses segredos, sem dúvida, é “O Iluminado” (1980). Existe até um documentário (Room 237) que mostra diversas coisas que ninguém nunca tinha reparado assistindo ao longa de Kubrick. Esse post vai tentar resumir as principais curiosidades sobre O Iluminado. Lembrando que a história do filme é baseado no romance homônimo do lendário escritor Stephen King.

A Mitologia de Minotauro

curiosidades_o_iliminado_7Jack Torrance seria uma reencarnação do mitológico Minotauro, assim como o hotel seria o labirinto sob seu domínio. Essa ideia vem da interpretação de figuras em quadros espalhados pelo Hotel e de expressões do personagem. Sem contar o fato de que a produtora dos primeiros filmes de Kubrick se chamava Minotaur.

REDRUM

curiosidades_o_iliminado_8A mensagem subliminar mais marcante no filme é quando Danny escreve na porta do quarto “Redrum” que seria “Murder” (assassinato) ao contrário. Isso serviu para os estudiosos misturarem algumas imagens formadas pela fusão das projeções simultâneas do filme de trás para frente e da maneira original. Quando o documentário mostra algumas dessas cenas, você não sabe o que pensar. É incrível.

Erros ou acertos?

curiosidades_o_iliminado_3Eu, junto com a maioria dos fãs de Kubrick, podemos jurar que o diretor não cometeria erros tão bizarros de continuidade, percebidos na cena em que Danny brinca com seus carrinhos e uma bolinha vem rolando em sua direção. Este e outros “erros” seriam propositais como forma de alertar o público das mensagens subliminares. Nesse exemplo, quando vimos Danny na primeira imagem, entendo que até aquele momento ele tinha uma saída, mas quando muda o angulo, a bolinha chega e Danny está em outro hexágono do tapete, significa que o mau se instalou completamente e que não há mais saída.

O Massacre dos Índios

curiosidades_o_iliminado_4Existe um cartaz em “O Iluminado” com a frase “A onda de terror que arrasou a América”, além de referências visuais como a lata de fermento Calumet (cachimbo da paz na língua indígena), outros quadros com imagens de nativos, Jack usando seu machado e, o mais importante, o hotel Overlook ter sido construído sobre um cemitério indígena, o que explicaria a torrente de sangue pelos corredores.

Stephen King não gostou do filme

curiosidades_o_iliminado_5O mestre do terror da literatura, escritor de O Iluminado, não gostou das mudanças na história feitas pelo diretor. Diante disso, Kubrick faz uma piada com o episódio na cena em que um fusca vermelho aparece na estrada destruído sob um caminhão. Esta era cor do carro de Jack Torrence no livro, trocado por Kubrick por um fusca amarelo, como um recado de que o filme era dele e que faria o que bem entendesse.

Leia também:
Stephen King – o mestre do terror

A Arquitetura do Overlook Hotel

curiosidades_o_iliminado_6O documentário mostra que, na verdade, a arquitetura do Overlook Hotel, onde se passa a história, é uma arquitetura impossível espacialmente falando. Compara takes e mostra que há portas que não fecham cômodo nenhum, detalha quartos e janelas que não existem e analisa a estranha dimensão do labirinto exterior. Isso seria a representação da incursão do menino iluminado pelos labirintos reais e fantasiosos.

O Homem foi mesmo à lua?

curiosidades_o_iliminado_1Em O Iluminado, temos uma confissão visual de Kubrick. Ele teria ajudado o governo americano a encenar o pouso na Lua, em 1969. Jack seria o alter ego do diretor, consumido pela culpa de tal feito. Outra pista seria o emblema da nave Apollo 11 no moletom de Danny. O quarto 237 (o número foi ideia de Kubrick) seria referência à distância de 237 mil milhas entre a Terra e a Lua. O “Room N 237” escrito na chave remeteria a “Moon Room 237”, o “quarto da lua 237”, referência ao estúdio onde foi produzido o falso pouso lunar, com sobras do clássico 2001: Uma Odisseia no Espaço.

O Holocausto

curiosidades_o_iliminado_2O diretor Stanley Kubrick também teria espalhado ao longo de “O Iluminado” uma série de referências ocultas ao Holocausto da II Guerra, por meio das citações ao número 42 (ano do início do extermínio em massa dos judeus, 1942) e à máquina de escrever da marca alemã Adler, que tem como símbolo uma águia parecida com a do estandarte nazista.

E você, já sabia sobre essas curiosidades sobre O Iluminado? Conhece alguma diferente? Comente aqui embaixo.

Curta a nossa página do Facebook.
Siga nosso Instagram.
Se Inscreva no nosso canal do Youtube.

Espalhe Cultura:

About Author

Lucas Pilatti Miranda

Fundador e editor-chefe do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. Frase preferida do cinema: "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

1 comentário

  1. Avatar
    Filipe Santana em

    Boa matéria Lucas!
    Referente ao rumor de que Kubrick fez o filme do pouso na lua, tem um filme que fala sobre esse assunto com humor: MOONWALKERS

Deixe um comentário