Nos bastidores – 2001: Uma Odisseia no Espaço

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

2001: Uma Odisseia no Espaço é, para mim, um dos filmes mais maravilhosos já realizados, tanto pelas suas imagens magníficas quanto pela sua história envolvente, confusa e reflexiva. Mas isso é apenas uma opinião pessoal, já escutei muita gente falando que 2001 é um filme entediante e chato. Opinião cada um tem a sua, mas uma coisa que todos deveriam entender é sobre a importância desse filme para o cinema.

É um filme que revolucionou a ficção científica, e isso todos têm de concordar, certo? Fazer o que Stanley Kubrick fez em 1968 não é para qualquer um, sem contar o roteiro científico e filosófico que nos dá um soco no estômago ao final do filme.

Eu trouxe para vocês nesse post, algumas imagens que mostram um pouco de como foram os bastidores dessa incrível produção, espero que vocês curtam.

>> Leia a nossa resenha sobre 2001: Uma Odisseia no Espaço

Espalhe Cultura:

About Author

Lucas Pilatti Miranda

Fundador e editor-chefe do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. Frase preferida do cinema: "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

3 Comentários

  1. Avatar
    Jane Chiesse Zandonade em

    Eu assisti este filme no cinema quando lançado, nos anos 60. Eu era adolescente. Todos, na época, ficamos siderados com o filme!! O problema com os jovens – vi isto depois, quando recomendei fortemente aos meus filhos que assistissem, tipo dever de casa – é que este filme NÃO PODE SER ASSISTIDO NA TV. Tem de ser no cinemão, numa telona, porque este filme é CI-NE-MA!!! Ele é O cinema itself!! Bem, a primeira vez que os meus filhos assistiram foi na TV e não ficaram impressionados. Mas o filme foi relançado no circuito de cinema no Rio e praticamente obriguei meus filhos a assistirem. Eles ficaram de boca aberta e assistiram a sessão posterior também. É isto. Os jovens assistiram na TV e o filme TEM de ser assistido numa telona. O filme é quase um milagre. Depois eu li o livro do Arthur Clark. Muito interessante! Explica algumas coisas que ficaram misteriosas demais no filme…

      • Avatar
        Jane Chiesse Zandonade em

        É indescritível a sensação de ter visto 2001 pela primeira vez no lançamento no cinema. Indescritível também foi a sensação de ter visto West Side Story pela primeira vez. No cinema, claro. Tenho 68 anos e minha história com cinema é muuuito antiga. Vem da mais tenra infância (em BMansa, RJ, cidade perto do Rio). Mais que antiga: é tradição, pois minha mãe começou a tocar piano com 11 anos de idade nas trilhas sonoras de um cineminha (mudo) que meu avô tinha no interior de Minas. E meus filhos, modéstia à parte, têm gosto apurado mesmo… rs

Deixe um comentário