12 filmes que retratam o Complexo de Inferioridade

0
» Assine nosso canal do Youtube e aprenda mais sobre cinema. 🎬 «

O termo Complexo de Inferioridade foi criado por Alfred Adler, primeiro seguidor de Freud, que depois se desligou dele por discordar de algumas ideias do pioneiro da Psicanálise. Ele acreditava que este sentimento era inerente ao homem, e nascia do meio em que a criança crescia. Dependente dos pais nos primeiros momentos de seu desenvolvimento, aparentemente fraca e, portanto, incapaz ainda de realizar determinados feitos, ela tinha diante de si o ambiente ideal para o surgimento deste complexo. Para equilibrar este distúrbio, o ser humano gera então sentimentos de superioridade, tentando obter algumas vantagens psíquicas.

Essa pretensa inferioridade que alguns sentem pode ser imaginária, a partir do momento em que a criança se torna consciente de que não é o único alvo de atenção e de amor da família. Neste momento ela sente ciúmes e raiva.  – Fonte

Separamos, então, 12 filmes que retratam, de alguma forma, este complexo. Confira.

Rebecca, A Mulher Inesquecível (1940) | Alfred Hitchcock

Jovem humilde se casa com um rico homem chamado Maximilian de Winter. Quando ela se muda para a mansão do novo marido, vive sob a sombra de sua ex-mulher, que todos amavam e morreu de forma trágica. Ela nem chega a ter nome na história, é conhecida apenas como a nova senhora De Winter.

Sob o Domínio do Medo (1971) | Sam Peckinpah

David e Amy Sumner se casaram há pouco tempo e procuram paz num sítio no interior da Inglaterra, mas acaba despertando o pior que existe nos habitantes locais, incluindo o ex-namorado de Amy, Charlie Venner. Mais um violento filme de Sam Peckinpah, e um dos mais influentes dos anos 70.

O quarto episódio sobre a História do Cinema já está disponível.

Se inscreva no canal, clique aqui.

1 2 3 4 5 6
Compartilhe.

Sobre o Autor

Lucas Pilatti Miranda

Fundador e editor-chefe do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. Frase preferida do cinema: "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.