Os 100 maiores enquadramentos do cinema em imagens incríveis

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Não é de hoje que o cinema não é apenas algo feito para contar uma história, é muito mais profundo e complexo do que isso. A sétima arte nos apresenta universos de possibilidade a partir de suas imagens, sons, narrativas e qualquer outro sentimento, basta assistir a um filme que já estamos sendo engolidos pela história dele e por tudo aquilo que traz consigo.

Contemplar bons filmes é um prazer que todos podemos ter, mas poucos usufruem deste da forma correta. Eu, por exemplo, a partir do momento que me disponho a assistir uma obra, procuro me desligar ao máximo do mundo real para aproveitar tudo o que está na minha frente, afinal, são cenas e takes como esses que você está prestes a conhecer ou relembrar que podemos perder em momentos de distração.

Confira, então, frames completamente marcantes da história do cinema que mereciam estar expostos em grandes museus pelo mundo.

O Gabinete do Dr. Caligari (1920)

The Cabinet of Dr Caligari (1920)

Nosferatu (1922) | F.W. Murnau

Nosferatu (1922)

Os Tempos Modernos (1936) | Charles Chaplin

tempos modernos filmes

Cidadão Kane (1941) | Orson Welles

cidadao kane

Casablanca (1942) | Michael Curtiz

Casablanca (1942)

A Felicidade Não Se Compra (1946) | Frank Capra

felicidade nao se compra

Assassinos (1946) | Robert Siodmak

The Killers (1946)

O 3º Homem (1949) | Carol Reed

The Third Man (1949)

Janela Indiscreta (1954) | Alfred Hitchcock

Rear Window (1954)

O Sétimo Selo (1957)

setimo selo bergman

A paginação para os próximos filmes está logo abaixo. ⬇

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Espalhe Cultura:

About Author

Lucas Pilatti Miranda

Fundador e editor-chefe do Canto dos Clássicos, fascinado por música, cinema e uma boa cerveja. Frase preferida do cinema: "A vida passa rápido demais, se você não parar e olhar para ela de vez em quando, pode acabar perdendo." - Ferris Bueller's Day Off.

73 Comentários

  1. Avatar

    A cena do poster de “Sangue Negro” (incêndio na jazida de petróleo), de Paul Thomas Anderson; A cena da silhueta de Scarlet O’Hara em “E o Vento Levou…”; Cena do funeral celta do pai de William Wallace em “Coração Valente” ou a imagem da espada fincada na terra, que encerra o filme. Uma imagem da sequência prólogo de “Drácula”, de Francis Ford Coppola. Alguma imagem de “Sleepy Hollow”, de Tim Burton. A imagem icônica dos garotos em NY do filme “Era Uma Vez na América”. E imagem antológica do exílio gelado de Jivago e Lara em “Dr. Jivago”.

  2. Avatar
    Katiuscia Lara em

    Senti falta de duas cenas do filme Orgulho e Preconceito: a cena de Elizabeth Beneth caminhando no campo e a cena da mesma personagem contemplando uma paisagem à beira de um penhasco.

  3. Avatar
    Patricia Moura em

    Uma imagem que eu adoro, e não tem nada a ver com o filme em si, é a do armário de pratos de Titanic. Quando o navio começa a afundar e os pratos vão caindo de lá. É lindo. Outra cena maravilhosa para mim e Tom Cruise suspenso em cabos Em Missão Impossível I

  4. Avatar

    Poxa, quase só tem filme americano! Cadê Kurosawa? Ozu? Bergman( Só o Sétimo Selo ta na lista). Tem enquadramentos muito mais bonitos do que alguns desses daí.

  5. Avatar

    Cidade Deus tem a cena da gangue do Zé Pequeno posando pra foto, acho aquele enquadramento muito mais impactante.
    O Grande Hotel Budapeste também tem enquadramentos MUITO melhores, inclusive o filme inteiro tem enquadramentos estonteantes.

Deixe um comentário